Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Conta-nos uma história! | resultados

11.ª Edição - 2019/2020

15.07.20

Nesta edição foram submetidas 136 histórias, nas modalidades áudio e vídeo, avaliadas por um júri presidido pela Professora Doutora Ana Amélia Carvalho da Universidade de Coimbra, e constituído por elementos da Direção-Geral da Educação (DGE), do Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares (RBE), do Plano Nacional de Leitura 2027 (PNL), da Microsoft, da Associação Portuguesa de Professores de Inglês (APPI) e da Rádio ZigZag.

logo_conta_nos_uma_historia_4.jpg

Histórias vencedoras no formato vídeo:

PRÉ-ESCOLAR:

1.º e 2.º ANO:

3.º e 4.º ANO:

  • 1.º Lugar: Irmãos de Ferro - Colégio Monte Flor, Carnaxide | Os Trevos | Rui Lima
  • 2.º Lugar: O Marciano Salva a Terra – EB1 de São Domingos, Argoncilhe | Grupo 3 da SDM4B | Nancy Pereira
  • 3.º Lugar: O Senhor do Seu Nariz - Colégio de Nossa Senhora de Lourdes, Porto | #3.º ANO _ 2019/2020 | Renata Marques

3.º e 4.º ANO (Inglês):

  • 1.º Lugar: SOS - Save Our Sea – EB1 do Carmo, Viana do Castelo| Sea Saviours| Catarina Paço
  • 2.º Lugar: The Scarecrows' Wedding – Colégio Bom Jesus, Cernache | 3º ano Colégio Bom Jesus | Isabel Gorgulho
  • 3.º Lugar: Some dogs do – EB1 de Fernão de Magalhães, Sabrosa | The champions | Aurora Teófilo

 

Histórias vencedoras no formato áudio:

PRÉ-ESCOLAR:

1.º e 2.º ANO:

3.º e 4.º ANO:

3.º e 4.º ANO (Inglês):

  • 1.º Lugar: Santo Antão traditional tale – Escola Portuguesa do Mindelo, Mindelo - Cabo Verde | EPM 4º ano| Ana Camões
  • 2.º Lugar: Chicken Licken – Agrupamento de Escolas de Carrazeda de Ansiães| Little Readers| Vera Pessoa
  • 3.º Lugar: Room on the broom - EB1 Fernando Guedes, Avintes| Os contadores de histórias em Inglês| Sandra Santos

No Google Maps, pode ainda consultar todas as histórias a concurso:

Consultar na fonte.

Media@ção • Prémios 2020

Vencedores

29.06.20

Apesar das circunstâncias em que decorreu esta edição do conucurso é significativo o n.º total de trabalhos recebidos (80), assim como o esforço patente de alunos e de professores. A todos, os nossos agradecimentos pela participação e empenho!

Este contexto excecional, que provocou dificuldades aos professores na orientação e apoio aos trabalhos, foi tido em conta pelo júri na sua apreciação. Mantendo os critérios definidos como base incontornável e fundamental da avaliação, deu-se também atenção ao facto de as circunstâncias de E@D impossibilitarem um maior acompanhamento de alguns trabalhos. 

Na categoria 3.º ciclo do ensino básico/ ensino secundário não foi atribuído o 2.º prémio. Embora sem prémio nem menção, dadas determinadas fragilidades, o júri decidiu ainda reconhecer dois trabalhos através da sua divulgação.

Vencedores 2020 [PDF]
Vencedores 2020

Veja também: A linguagem audiovisual; Concurso 2020
 

Referência: Media@ção • Prémios 2020. (2020). Retrieved 29 June 2020, from https://www.rbe.mec.pt/np4/2581.html

toa-heftiba-WY_J0_9sVFg-unsplash.jpg

Photo by Toa Heftiba on Unsplash

Texto de Bárbara Simões / Público

Em casa, mas mantendo-se em competição. Estão abertas as candidaturas ao Concurso Nacional de Jornais Escolares, promovido pelo PÚBLICO, através do projecto PÚBLICO na Escola. A partir de 11 de maio, agrupamentos e escolas dos três ciclos do ensino básico e do ensino secundário podem inscrever as suas publicações, em papel ou em suporte digital. Não há tema obrigatório. O que é exigido é que no ano letivo de 2019/20 tenham tido, no mínimo, duas edições.  

E porque se trata de um ano letivo rodeado de características excecionais, com as escolas encerradas em meados de março, devido à pandemia de covid-19, e o ensino a prosseguir à distância, também o concurso ajustará as condições de candidatura previstas, abrindo a possibilidade de uma publicação (jornal ou revista) apresentar uma edição em papel e outra digital. Ou seja, desta vez poderão concorrer: publicações em papel; publicações em formato digital; sites com jornal escolar (com um mínimo de duas atualizações de fundo durante o presente ano letivo); e publicações com um número em papel e outro digital.

As candidaturas terão de ser apresentadas, por escolas ou agrupamentos de escolas (públicas ou privadas) do continente, regiões autónomas e comunidades portuguesas no estrangeiro, até ao dia 31 de maio. Os jornais são enviados de 1 a 30 de junho, os vencedores anunciados até ao final de outubro. Os prémios, pecuniários e cujos valores serão dados a conhecer antes da data de encerramento das inscrições, são atribuídos em três escalões: A (1.º ciclo), B (2.º e 3.º ciclos) e C (ensino secundário). Haverá um prémio por escalão.

A estes somam-se, como anunciado anteriormente, três prémios especiais, que distinguirão a melhor reportagem, o melhor design gráfico e o melhor trabalho de ciência.

E o que acontece quando uma publicação reúne o trabalho realizado em diversos ciclos de ensino — correspondentes a diferentes escalões de participação no Concurso Nacional de Jornais Escolares? Nesse caso, há que avaliar a que escalão corresponde o grupo de participantes com um papel mais determinante na edição. “Se, numa mesma publicação, estiverem envolvidos intervenientes de diferentes ciclos de ensino, o candidato deve optar por inscrevê-la no escalão que melhor traduza o grau de envolvimento”, esclarece o regulamento do concurso.

 

"Um instrumento cívico"

A inscrição é feita por email (concurso.jornais.escolares@publico.pt) um conjunto de elementos necessários para que seja validada: nome da publicação; agrupamento de escolas ou escola e localidade; escalão a que concorre (A, B ou C); tipo de publicação; identificação do responsável pela candidatura; contactos do responsável (email e telefone).

Qualquer esclarecimento suplementar sobre o concurso, considerado necessário depois da leitura do regulamento, pode ser obtido através do email: publiconaescola@publico.pt

O Concurso Nacional de Jornais Escolares acompanhou o PÚBLICO desde o seu início e durante mais de 20 anos premiou e divulgou o que de melhor ia sendo publicado nos estabelecimentos de ensino portugueses, apostado em fazer dos jornais escolares “um instrumento cívico para a discussão de temas relevantes para a comunidade escolar e para a promoção de relações entre a escola e o meio”. Regressou num ano letivo em que, fruto das circunstâncias, a procura de informação bateu recordes e a importância do jornalismo e da informação credível foi amplamente reconhecida como vital para a proteção dos indivíduos e da sociedade.

 

Referência: Estão abertas as inscrições para o concurso nacional de jornais escolares. (2020). PÚBLICO. Retrieved 13 May 2020, from https://www.publico.pt/publico-na-escola/artigo/estao-abertas-inscricoes-concurso-nacional-jornais-escolares-1915938

 

Operação 7 Dias com os Media 2020

Sem sair de casa

27.04.20

top_media_2020.jpg

O Grupo Informal sobre Literacia Mediática (GILM), de que a RBE faz parte, convida escolas, bibliotecas, universidades, instituições da sociedade civil e cidadãos em geral a promover atividades que suscitem a atenção e discussão em torno dos media e das redes sociais.

O objetivo destas ações é o de  promover a reflexão e discussão sobre os usos e o  impacto dos media e das redes sociais na vida individual e coletiva.

 

Desinformação, fake news e cibersegurança são os temas que, pela sua atualidade e relevância, se impõem como tónica desta edição. No entanto, como em anos anteriores, continua a ser possível a abordagem de outras temáticas, desde que relacionadas com os objetivos da iniciativa, e a partilha dos respetivos materiais e atividades. Nos formatos e suportes que os participantes escolherem (desenho, fotografia, cartaz, notícia, vídeo, podcast…)!

Quem quiser participar deverá fazer o registo da(s) atividade(s) e partilhar os resultados da(s) mesma(s) através do 7diasmedia@gmail.com. É possível seguir a iniciativa nas suas redes sociais (Facebook, Instagram e YouTube)!

Contamos com a participação das Bibliotecas Escolares, desta vez incentivando atividades que podem ser realizadas de forma lúdica e sem sair de casa!

Ler mais >>

 

Conteúdo relacionado:

Concurso Nacional de Leitura em Voz Alta

1.ª Edição – 2020

15.02.20

Cartaz_Concurso_Leitura_Voz_Alta_Serta_2020.png

Regulamento | Informação |

[...]

O concurso, que terá uma periodicidade anual, destina-se às Bibliotecas Escolares de Portugal, através da participação de alunos do 3.º ciclo do Ensino Básico e do Ensino Secundário (regular e profissional).

Os alunos são desafiados a fazer um registo áudio com a leitura em voz alta do excerto de uma obra literária à escolha. A organização colocou à disposição uma lista de livros, de forma a alargar o leque de opções dos participantes. [...]

Referência: Município da Sertã - Concurso Nacional de Leitura em Voz Alta – Palser estreia-se este ano . (2020). Cm-serta.pt. Retrieved 15 February 2020, from https://cm-serta.pt/noticias/1088-concurso-nacional-leitura-voz-alta-serta-maratona-janeiro-2020


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Twitter



Perfil SAPO

foto do autor