Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Hoje é ainda mais difícil ser letrado porque temos de ser letrados em várias linguagens

Livros & Leituras - Como encarou, à partida, em 1996, o desafio da Rede de Bibliotecas Escolares?
Teresa Calçada - Encarei com muito gosto. Fui, durante muitos anos, funcionária do Instituto do Livro e, nessa qualidade, fiz parte de um grupo que criou uma série de bibliotecas públicas. Foi o meu grande desafio profissional e foi um gosto ter feito parte de um grupo de gente que criou um importante instrumento de democratização. Eu era muito defensora da relação entre as bibliotecas públicas e as escolares. Se nas escolas não houvesse esse movimento, o público que chegava às bibliotecas públicas era sempre menor e menos preparado para usar esse bem, para exercer o seu direito pelas artes, pela letras e pelas ciências, como costumo dizer. Por isso, numa altura em que há um convite para se fazer um relatório sobre a possibilidade executiva de uma rede de bibliotecas escolares, foram nomeadas duas pessoas da cultura e duas da educação e eu fiz parte. Depois fui convidada pelo professor Marçal Grilo para ser executiva desse gabinete. Foi com muito contentamento, porque francamente acreditei que éramos capazes de fazer isso e realmente aguento-me lá há 13 anos. Acabámos de festejar esses 13 anos de rede, fizemos um fórum e estamos contentes pelo que fizemos. São três ou quatro etapas que foram bem conseguidas e culminaram agora com a possibilidade de ter um professor em cada escola que se ocupa só da biblioteca. É uma imensa vitória entre nós poder, num país que tem poucos hábitos de leitura, ter isso, porque a biblioteca escolar é uma biblioteca com competências para ensinar os alunos a usar as bibliotecas e os recursos. É mais um instrumento pedagógico, quer curricular, quer extra-curricular e isso tem sido um gosto imenso.
(...) 
Livros&Leituras, Setembro de 2009
 Ler mais >> 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor