Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blogue RBE

Seg | 12.07.21

Con.raízes (4.ª Edição) | O património natural – percursos pedestres

2021-07-13.png

 

con.Raízes é um projeto dos professores bibliotecários da Rede Interconcelhia de Alter do Chão, Castelo de Vide, Crato, Gavião, Marvão, Nisa, e Ponte de Sor que visa promover o conhecimento, a partilha e a divulgação das diferentes manifestações culturais dos seus concelhos.
Esta quarta edição do encontro con.Raízes teve lugar online, no dia 17 de junho de 2021, e foi subordinado ao tema Percursos Pedestres.

2021-13 7-0Imageminicial - Ana Paula Faria Ferreir

Deixamos o testemunho das professoras bibliotecárias.

Agrupamento de Escolas de Marvão | “Percursos Pedestres de Marvão – a Natureza con.Vida!

O projeto foi realizado, ao longo deste ano letivo, pelas turmas do 2º ciclo. As várias disciplinas estabeleceram parcerias e articularam-se saberes e conteúdos em vários Domínios de Autonomia Curricular (DAC) com a finalidade de estudar e divulgar o que de bom e bonito existe no concelho de Marvão.
Assim, intercetando saberes e conteúdos, no 5ºano, foi criada uma peça de teatro “A Cenoura Salva-Vidas”, em articulação com as disciplinas de Português, Ciências Naturais (CN) e Educação Física. Realizou-se um encontro online, organizado pela disciplina de CN, com dois técnicos do ICNF, sobre a fauna e a flora do concelho de Marvão. Na sequência deste encontro foi realizada uma caminhada que envolveu as disciplinas de Português, CN e Música, tendo cada uma delas desenvolvido vários trabalhos, como por exemplo um livro digital com fábulas criadas pelos alunos. Nas disciplinas de EV e ET, os alunos elaboraram um puzzle 3D com monumentos que se podem encontrar ao longo dos percursos pedestres do concelho.

2021-07-13 1Imagem1 - Ana Paula Faria Ferreira.jpg

Na turma de 6º ano, articularam as disciplinas de Teatro, Português, Inglês e Ed. Física e os alunos criaram um texto que depois foi dramatizado – “Era para ser um dia normal”.
Na caminhada, organizada pelas disciplinas de CN, Ed. Física, EV e ET, contámos com a colaboração de um técnico do ICNF que descreveu a fauna e a flora que encontrámos ao longo do percurso. Daqui resultou uma apresentação sobre as plantas (CN) e um jogo/puzzle 3D (EV e ET).

A Professora Bibliotecária Carla Cordeiro

 

Agrupamento de Escolas de Ponte de Sor (EB João Pedro de Andrade) | “À descoberta da Ribeira de Sor”

Este foi o tema que a turma do 3º D desenvolveu durante o ano letivo, em articulação com a Biblioteca Escolar.
Foi possível pôr em prática diferentes dinâmicas educativas, quer no ensino presencial, quer no ensino à distância. Experienciaram-se momentos de grande emoção, descoberta, socialização, partilha de saberes, valorização do património e de cidadania ativa.
Foi um “percurso” curricular transversal e que envolveu toda a Equipa Pedagógica da Turma, Encarregados de Educação, Parceiros, Colaboradores e Amigos, num trabalho de excelência com aprendizagens muito enriquecedoras e significativas.

A Professora Bibliotecária Paula Valamatos Reis

 

Escola Profissional de Desenvolvimento Rural de Alter do Chão | “Entre o passado e o presente na Coudelaria de Alter”

Este projeto esteve particularmente articulado com os objetivos dos cursos de turismo, sendo a sua preparação uma mais valia para as disciplinas técnicas destes cursos. Alunos e professores cooperaram na criação de percursos turísticos na Coudelaria de Alter, até agora inexistentes, que poderão ser utilizados nas visitas e programas oferecidos pela Coudelaria e que os nossos alunos poderão acompanhar, como muito bem demonstraram no filme criado para a apresentação online. Foi uma ótima experiência em que todos gostámos de participar.

A Professora Bibliotecária Dora Reis e a Professora Teresa Ribeiro

 

Agrupamento de Escolas de Alter do Chão | “Cantos e Recantos: Ribeira de Seda um encanto!”

A turma do 11º ano aderiu com muito entusiasmo ao projeto e os alunos tentaram saber que percursos existem no concelho de Alter do Chão, contactaram-se algumas pessoas da terra, assim como o posto de turismo. Para além da colaboração de professores, envolvemos, também, o Projeto Eco-Escolas. 
Entre os percursos que nos indicaram, escolhemos o percurso Ribeira de Seda, e contactámos o presidente da junta de Seda, a fim de obtermos, se possível, mais informações.
Um dos alunos participantes, Tiago Cruz, natural da freguesia de Seda, foi um apoio importante, pois conhecia bem o percurso.
Metemo-nos a caminho!

Captura de ecrã 2021-07-06, às 14.41.15.png

Ao longo do percurso, iam sendo colocadas questões aos alunos, a fim de identificarem a fauna e flora que se pode contemplar. Alunos e professores fotografaram pormenores.
Por fim, selecionámos algumas fotos, a escolha foi difícil, e produzimos nosso vídeo!

A Professora Bibliotecária Júlia Sombreireiro

 

Agrupamento de Escolas de Castelo de Vide | “Conhecer para preservar: Póvoa e Meadas, uma barragem a descobrir”

O projeto resultou de uma articulação muito natural, pois na equipa da Biblioteca há elementos de todos os departamentos e, ao longo destes anos, foram criadas sinergias que nos permitem trabalhar em conjunto.
No 2º ciclo, a Biblioteca trabalhou com a única turma de 5º ano, numa articulação com Português. Os alunos pesquisaram sobre a fauna e a flora da barragem, foram criados grupos e, com recurso ao Canva, os alunos criaram 3 infográficos sobre a Barragem de Póvoa e Meadas: um sobre a fauna, outro sobre a flora e outro sobre as aves. Correu muitíssimo bem!
No 3º ciclo, o trabalho foi mais abrangente, pois houve uma articulação entre 2 projetos.
A Professora Bibliotecária foi escolhida para fazer a ponte entre o projeto dinamizado pela «Fábrica de Histórias» e os docentes que aderiram ao projeto. Estavam envolvidas quase todas as disciplinas, tendo sido feita uma pesquisa extensa sobre diversos aspetos relacionados com a barragem do nosso concelho.
Dessa pesquisa extensa, foram selecionadas algumas informações que foram trabalhadas especificamente para o Projeto con.Raízes. Nesta altura, houve uma articulação mais restrita, sobretudo com Cidadania, História, Geografia e Ciências Naturais. Numa tarde de domingo, contando com o apoio dos EE que transportaram os alunos até à Barragem, a PB e a Profª Fátima Luís (Cidadania/História e elemento da BE) orientaram as filmagens, que foram feitas pela aluna Matilde ajudada pela Rita, do 7º ano. A Biblioteca terminou o filme.

2021-07-13 3Imagem1 - Ana Paula Faria Ferreira.jpg

Deixamos o testemunho da Profª Fátima Luís:

«Aceitar o desafio da professora bibliotecária para colaborar no projeto deu mais sentido aos trabalhos propostos aos alunos e motivou-os para a forma como os executaram! Nas disciplinas de História e Cidadania as vantagens foram evidentes: passaram a conhecer regras que os orientaram para trabalhos mais organizados; foram impelidos a ser mais criativos e inovadores na escolha das ferramentas digitais utilizadas; sentiram-se entusiasmados por ver os seus trabalhos sair da sala de aula e serem divulgados no espaço virtual, com direito à interação de toda a comunidade escolar, da família e dos amigos. Este ano, valeu mesmo a pena e, no próximo, há que encontrar novas formas de continuar a ensinar e inovar. Parabéns, Professora Fernanda!»

A Professora Bibliotecária Fernanda Cunha

 

Agrupamento de Escolas do Crato | “O Crato – passado passo a passo”

Este ano, a 4ª edição do encontro con.Raízes mereceu a atenção particular duma turma de terceiro ano de escolaridade. Sendo um projeto privilegiado para apoiar o desenvolvimento do currículo, enquadrando as aprendizagens formais com o desenvolvimento de competências sociais, digitais, pessoais e conjugando os desideratos do PASEO, foi abraçado pelos alunos que tinham para aprender alguns factos históricos e para entender o valor da sua localidade para a História do país. Seguir o percurso que nos é apresentado leva-nos até aos pontos históricos mais icónicos desta vila alentejana.
O Crato é uma vila rica em testemunhos do passado e, como tal, detém grande potencial no âmbito do turismo cultural. Os alunos de terceiro ano fizeram as suas pesquisas e registos e propuseram-nos um percurso que “visita” os testemunhos mais icónicos do passado local e nacional.
O visitante pode começar o percurso no miradouro, seguindo para o castelo, donde desce até à igreja matriz, passando pela Igreja da Misericórdia, antes de chegar ao largo presidido pela Varanda do Grão Prior, com o Pelourinho no centro e algumas casas brasonadas a enquadrá-lo, uma das quais acolhe, agora, a Câmara Municipal. Daí segue para o Museu Municipal, que fica a poucos metros, instalado num antigo palacete. Subindo a rua, deve voltar à esquerda e, depois de atravessar a estrada nacional, tem, em frente, a Igreja de Santo António que inclui um antigo espaço de acolhimento aos peregrinos – “Sopa dos pobres”.
Bom passeio. Sejam Bem-vindos!

A Professora Bibliotecária Clotilde Soares

 

Agrupamento de Escolas do Gavião | “PR`s de Gavião, à descoberta de um Alentejo diferente”

O desafio desta edição do con.Raízes foi lançado aos alunos do Curso Profissional Secundário de Animação Turística, “agarrado” de imediato pelos alunos e docentes de FCT’S relacionadas com as temáticas. A Biblioteca atuou como amigo crítico, fazendo sugestões, apoiando, monitorizando todo o processo, que integrou, transversalmente, várias áreas disciplinares.
Foi um processo muito interessante, onde trabalhámos com alunos mais velhos, mais autónomos, capazes de selecionar o que queriam fazer e como fazer, aceitando a parceria da Biblioteca, mas decidindo as fases de desenvolvimento do processo e a forma como desejavam apresentar o produto final.
Tornou-se também relevante pela visibilidade que deu aos cursos profissionais do agrupamento e às possibilidades de intervenção da Biblioteca junto de percursos escolares diferenciados.
O vídeo criado mostra a qualidade das aprendizagens destes alunos, a sua motivação e envolvimento.

A Professora Bibliotecária Ana Paula Pio

 

Agrupamento de Escolas de Nisa | “Eco-Trilho: ao encontro do Património”

Este é um projeto multidisciplinar desenvolvido em contexto de DAC -Eco-Trilho, Eco-Escolas- e desenvolvido por alunos e professores do Curso Técnico Profissional de Turismo Ambiental e Rural. Envolveu as disciplinas de Técnicas de Animação Desportiva, Turismo, Português, Ciências do Ambiente e Comunicação e Imagem. Assim, pretendeu-se não só motivar para o conhecimento do Património Cultural, mas também para o Património Natural do Concelho.
Foi muito importante sensibilizar a comunidade para a valorização e preservação dos espaços naturais e promover a atividade física.
A metodologia adotada foi o design thinking. O primeiro passo consistiu em desenhar os pontos de interesse ambiental, social e cultural. O segundo foi escolher os pontos de interesse e criar as estações com atividades. O terceiro passo correspondeu ao traçar do percurso no mapa, inicialmente físico, na área em torno da escola e, posteriormente, criar um Wikiloc com o percurso. O quarto passo foi editar o percurso e juntar informação geral sobre o trilho, sobre os pontos de interesse. O quinto passo correspondeu à elaboração de um flyer de apresentação do trilho, contando, nestes dois últimos, com a Biblioteca, como parceira fundamental, na pesquisa na informação e na formação de utilizadores, neste caso específico no âmbito da ferramenta Canva.com. O sexto passo foi a concretização do trilho no terreno. O último passo foi a divulgação. Foi, ainda, criado um vídeo sobre o projeto.
Os alunos e professores do Curso Técnico Profissional de Turismo Ambiental e Rural do Agrupamento de Escolas de Nisa aguardam a visita e companhia dos amantes de percursos pedestres e da natureza, valorizando a sua preservação como forma de dar vida ao Presente, para que o Futuro nos encontre!

A Professora Bibliotecária Fátima Dias

 

Agrupamento de Escolas de Ponte de Sor (Escola Secundária) | “Caminhando pelas margens do rio Sor” e “Trilhar Ponte de Sor”

Na Escola Secundária de Ponte de Sor, duas turmas aceitaram o desafio da Biblioteca para participarem neste projeto - a turma de Educação Especial e a turma do Curso Profissional de técnico de Fotografia. Os dois projetos desenvolveram-se de forma interdisciplinar, colaborativa e em articulação com a Biblioteca, desde a planificação, implementação das atividades, até à avaliação e apresentação final dos resultados. Foram uma excelente motivação/estratégia para a abordagem de conteúdos curriculares, pois, pela sua especificidade, estes alunos precisam essencialmente de atividades práticas e estimulantes, que despertem o seu interesse e concentração.  Além disso, mais uma vez, este projeto levou os alunos à descoberta do seu concelho e à valorização do património que os rodeia. Foi criado um vídeo de apresentação deste projeto.

A Professora Bibliotecária Alzira Martins

 

Veja o vídeo de apresentação dos projetos, que teve lugar em Marvão, no dia 17 de junho de 2021:

 

Consulte o álbum de fotografias:

con.Raízes 2021

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.