Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Um novo caminho para as bibliotecas?

Apareceram recentemente algumas notícias que dão conta de uma nova forma de funcionamento da biblioteca pública, recorrendo aos recursos da web 2.0 e abrindo novos caminhos ao papel das bibliotecas no futuro. Os factos ocorrem em bibliotecas americanas e, em síntese, são assim noticiados:

"Na esperança de atrair leitores, as bibliotecas expandiram imensamente as suas listas de livros, música e filmes em formato digital que podem ser importados pelos seus frequentadores para computadores ou aparelhos de MP3. E tudo isso a custo zero, o que difere, por exemplo, do conteúdo obtido a partir do iTunes, da Apple, ou da Amazon.com .
Em Phoenix, por exemplo, as bibliotecas da cidade uniram-se e criaram uma biblioteca digital que no momento tem cerca de 50 mil títulos de livros electrónicos, audiolivros, música e vídeos que podem ser obtidos, via Internet, de qualquer lugar.
Disponíveis em milhares de bibliotecas dos Estados Unidos, os programas funcionam assim: primeiro, é preciso um cartão de biblioteca e acesso à Web, e alguns softwares que podem ser importados facilmente -- Adobe Digital Editions, Mobipocket Reader ou OverDrive Media Console. Depois disso, basta visitar o site da biblioteca, selecionar alguns títulos, acrescentá-los ao cesto digital de livros e descarregá-los de seguida. Caso o título não esteja disponível, o nome pode ser arquivado para uma futura importação.
De acordo com a biblioteca e o título, o item continua no computador de uma a três semanas antes de desaparecer, o que significa que o utilizador não tem o trabalho de devolver o livro, CD ou DVD à biblioteca."
Texto adaptado a partir de um artigo de Paul Thomasch inserido no "Portal Exame"


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor