Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blogue RBE

Seg | 24.05.21

Artes e cultura com a biblioteca escolar I

Captura de ecrã 2021-05-24, às 09.52.03.png

 

 

Semana Internacional de Educação Artística

 

61749046_2553130228045061_5421026412985319424_n.jp

 

LeiArte: Saúde oral

Agrupamento de Escolas D. João II, Sintra): Pré-escolar e 1.º ciclo

Fonte da imagem: https://url.gratis/qMX9A

 

 

 

 

LeiArte é um projeto de leitura com arte, inclusive feita com açúcar, chocolate e imaginação, no âmbito da saúde oral. Realiza-se na semana do Dia da Criança, a partir dos livros:

- A Casinha de Chocolate, coleção Histórias de Encantar Pingo Doce;

- As mil cores do sorriso da Maria, Projeto SOBE – Saúde oral e bibliotecas escolares;

- O menino que detestava escovas de dentes, Zehra Hicks.

A leitura inspira o diálogo com crianças e alunos sobre alimentos que contêm, ou não, açúcar e que deverão ser ingeridos em menores quantidades, cuidados com a dentição, higiene… Eles são depois convidados a explorar a sua veia artística, dedilhando: cada um tem à sua frente um montinho de açúcar/ chocolate, colocado no centro de uma cartolina e, com um dedo, desenha o que quiser (silhuetas, figuras 3D…).

Miúdos e graúdos adoram a experiência e o complicado é resistir a não colocar o dedo açucarado na boca.

LeiArte 2017 | LeiArte 2018 | LeiArte 2019

Professora bibliotecária Susana Baião

 

Visita de Estudo Porto.jpg

 

Porto: Paisagem Urbana e Arte Contemporânea

Escola Básica de Apúlia, 3.º ciclo e 9.º ano

Fonte da imagem: https://cutt.ly/rbVNw6h

 

 

 

 

 

Visita de estudo à cidade do Porto, com professora bibliotecária e professores de Educação Visual e Geografia, para conhecer e apreciar in loco importantes obras de arquitetura - Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões, Edifício da Vodafone, Torre dos Clérigos, Estação de S. Bento… - da Arte Urbana – instalações She Changes e Eclipse, escultura Treze a rir uns dos outros, mural Steak 'n Shake… - e observar a paisagem urbana, suas características, funções e problemas. Foram também realizadas três visitas guiadas: Casa da Música, Museu de Arte Contemporânea de Serralves, Exposição de Joan Miró, Materialidade e Metamorfose.

Antecipadamente, os alunos realizaram na biblioteca escolar sessões de pesquisa de informação, com base no acervo da biblioteca e sítios de referência, bem como itinerários virtuais, usando a ferramenta digital Tour Builder.

Professora bibliotecária Paula Sofia Carvalho

 

Captura de ecrã 2021-05-24, às 10.18.35.png

 

O mar... e outras histórias

Agrupamento de Escolas da Moita: Pré-escolar, Ensino Básico e Secundário

Fonte da imagem: https://cutt.ly/LnqTldv

 

 

 

 

 

 

Exploração científica, cultural e artística do tema do Mar com base na realização de trabalhos escritos; concurso de fotografia; criação e encenação de peça de teatro; bailado; sessões sobre o património local, À conversa sobre… os Varinos, com Mestre João da Associação Clube Náutico da Moita; escrita criativa, em prosa e poesia, em língua materna ou línguas estrangeiras, realizada individual e coletivamente, a partir do início de história criada pela escritora Luísa Ducla Soares com ilustração das histórias.

Na Semana do Agrupamento e Feira de Projetos do concelho, o Livro digital publicado foi apresentado à comunidade.

 Professora bibliotecária Helena Brissos

 

Captura de ecrã 2021-05-24, às 10.26.45.png

 

Arte com Filosofia para Crianças

Bibliotecas do Agrupamento de Escolas de Redondo

Fonte da imagem: https://cutt.ly/0nqUVnQ

 

 

 

Iniciei este ano Filosofia para Crianças, no Centro Escolar de Redondo, com a turma A do 2.º Ano composta por vinte crianças.

[Em regime presencial] A abordagem feita, socorrendo-se de obras de referência, passava sempre pela leitura de brevíssima história e criação de elementos visuais tridimensionais, procurando partir de uma pergunta de natureza fechada para uma de natureza mais aberta, própria da filosofia/ filosofar. No final, forneci sempre ficha com questões de natureza mais fechada, abrindo progressivamente para questões mais abertas e que sugeria a realização de desenho, feito pelas crianças, alusivo ao tema ou problema.

No ensino à distância, passei a usar a ferramenta digital Biteable (versão gratuita), a partir da qual criei o personagem Urso Jeremias, mantendo sempre uma ficha, a que acrescentei os versos, sendo todos os documentos (ficha, versos e filme) enviados pelo Classroom.

A partir da atividade inspirada em Arte para Crianças de Deborah Lock, Livraria Civilização Editora, Vídeo e Ficha.

Viagem pelo que está presente no trabalho raro de pensar tudo, de interrogar, de filosofar, Vídeo e  Ficha.

Professor Elísio Gala

 

Captura de ecrã 2021-05-24, às 10.27.12.png

 

CINEMA para inspirar…

Escola Básica do Restelo do Agrupamento de Escolas do Restelo, Lisboa.

Fonte da imagem: https://www.avanca.com/

 

 

 

 

 

 

 

Nos múltiplos olhares e vivências perante uma história, a seleção pedagógica de curtas-metragens de animação Avanca Júnior premiadas do Festival Internacional de Cinema de AVANCA servem de mote para conversar, escrever, desenhar… e crescer…

Em maio/ junho 2021, a programação da escola incidiu em A felicidade mora aqui, de Gladys Mariotto (15’).

Sinopse: De que forma uma aula de filosofia sobre a felicidade em Aristóteles pode ser entendida em três escolas diferentes? E se as escolas estiverem em três continentes diferentes? A resposta está nas palavras de crianças portuguesas, brasileiras e africanas deste documentário e animação.

Professora bibliotecária Cibele Pereira

 

Captura de ecrã 2021-05-24, às 10.28.36.png

 

Paisagem com Casa Dentro

Galeria de Arte Casa da Avenida

Fonte da imagem: https://cutt.ly/6bVMspM

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O percurso de voluntariado de leitura numa galeria de arte em Setúbal, A Casa da Avenida começou com o desafio feito pela proprietária, no sentido de a ajudar a criar um serviço educativo para a galeria.

Deu origem a um formato que reproduzimos continuamente desde 2017: Ateliês de Continuidade, a partir de um livro-âncora. As crianças que integram o projeto realizam nove ateliês ao longo do ano civil. Cada sessão mensal é organizada em três eixos: leitura, filosofia com crianças e expressões artísticas.

O último livro que trabalhámos, com a colaboração de dois artistas residentes, foi O que há neste lugar?, cuja brochura relata o percurso traçado com as crianças ao longo de 2020.

Margarida Costa, Coordenadora Interconcelhia da Rede de Bibliotecas Escolares

Fonte da imagem de capa: https://www.waae.online/iaew.html

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.