Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blogue RBE

Qua | 14.09.22

Agrupamento de Escolas de Nisa: alunos do PE e 1º CEB aprendem a SER a LER!

2022_09_14_P.png

Reconhecido como prática de referência no âmbito da Autonomia e Flexibilidade Curricular, pela Equipa de Acompanhamento e Monitorização de Desenvolvimento Curricular (AMDC) da Direção Geral de Educação, deixamos algumas notas sobre o Projeto Ser a Ler (numa segunda parte do vídeo poderão conhecer os Heróis da Reciclagem da nossa Escola, projeto também distinguido pela sua pertinência).

Partimos da constatação de que os nossos alunos precisavam de melhorar o seu desempenho no domínio da leitura e de que nem todos gostariam assim tanto de ler!… Percebemos que teríamos de atuar o mais precocemente possível…

Com base no Referencial da RBE Aprender com a Biblioteca Escolar, que promove a integração de novas competências no currículo, guiamo-nos por um conjunto de orientações para dar vida ao Projeto Ser a Ler.

A nossa Escola, através da sua direção, das diferentes estruturas educativas e professoras, acarinhou este desafio da biblioteca escolar, de promover o gosto pela leitura, desde muito cedo, pois este gosto não é inato, respondendo às exigências formativas do mundo atual, educando para o pleno exercício de uma cidadania ativa e aprendizagem ao longo da vida.

Exatamente porque este projeto nasceu no ano letivo de 2018/ 19, em sintonia com o preconizado no Decreto-Lei 55/2018 de 6 de julho, abordamos domínios de cidadania a partir da Educação Literária (Histórias que nos levam a falar sobre direitos humanos, que nos transmitem valores como o altruísmo, a coragem e a resiliência...).

O Projeto Ser a Ler está a ser implementado pelo quarto ano consecutivo, este ano também alargado ao Pré-Escolar, envolvendo todas as turmas do 1º CEB durante uma hora e trinta minutos, por semana, e é dinamizado por uma professora coadjuvante que integra a equipa da biblioteca escolar.

Damos à totalidade dos alunos as mesmas oportunidades de acesso ao livro e ao prazer de ler (em diferentes suportes), e de ler com as famílias. Porque o gosto pela leitura não é só um desafio para a escola. É um desafio para as famílias e para a comunidade envolvente - “É preciso uma aldeia inteira para se educar uma criança” (provérbio africano).

Tantos princípios quanto os dedos de uma mão:

1. Ler de forma orientada ou livre, várias obras integrais;

2. Escolher livros e leituras, de acordo com os seus gostos e interesses;

3. Construir sentidos a partir das leituras feitas;

4. Relatar experiências de leitura;

5. Adquirir progressivamente, hábitos de leitura.

A leitura não pode cingir-se a uma competência instrumental, a uma aquisição determinante para o sucesso escolar. O gosto pela leitura tem de ser para a vida!

https://www.youtube.com/watch?v=p1lJkG5mJA0&ab_channel=DGEME

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.