Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



biblioteca.png

 Download livro | Cartaz |

 

A biblioteca escolar é uma plataforma de saberes, de trabalho e de inovação que se constrói e se reinventa diariamente em cada escola. O seu sucesso resulta dos esforços de todos, e todos estamos convocados para a procura conjunta de contributos, num percurso colaborativo que conjuga continuidade e mudança.

 

O espaço Biblioteca ativa abordará temáticas de natureza diversa, procurando refletir, inquietar, discutir e apresentar propostas que reforcem e consolidem o percurso das bibliotecas escolares e as tornem núcleos ativos de acolhimento, aprendizagem e construção pessoal.

 

A propósito do Dia Internacional dos Direitos Humanos que se celebra a 10 de dezembro, lançamos mais um número da Biblioteca ativa com a publicação de Leitura, Liberdade e Direitos Humanos e de um cartaz com personalidades ligadas a esta temática. 


Veja também: Biblioteca ativa

Autoria e outros dados (tags, etc)

monges.png

 Download .pdf | Download .epub |

 

Teodoro, L. A.  [e-Book] A escrita do passado entre monges e leigos: Portugal – séculos XIV e XV. São Paulo, Editora UNESP Scielo, 2012

 

A escrita do passado entre monges e leigos é o testemunho direto da atual vitalidade dos estudos medievais no Brasil, em especial aqueles dedicados às novas problemáticas históricas sobre o reino português nos séculos finais da Idade Média. Leandro Alves Teodoro revisita as fontes cronísticas portuguesas oriundas de dois lugares de produção: o scriptorium do mosteiro de Santa Cruz de Coimbra e a corte régia quatrocentista da dinastia de Avis. O mérito deste livro está na comparação entre esses dois tipos de crônicas, desvelando o percurso da escrita da história em dois momentos distintos. No século XII, a fundação do mosteiro crúzio dos cônegos regrantes de Santo Agostinho esteve entrelaçada com a própria criação do reino de Portugal. Foram os monges os responsáveis pela constituição e pelo ordenamento da memória de glórias do reino. A partir de 1385, o autor analisa o processo de transformação dessa história monástica em um saber histórico laico nas mãos dos cronistas régios. Nesse processo, foram incorporados valores cristãos para que essas crônicas pudessem ter igualmente uma ação pedagógica na formação dos nobres cavaleiros do reino, buscando idealizar o presente e o futuro por meio dos triunfos do passado. Com um texto bem escrito, Teodoro propicia tanto a leitura prazerosa quanto o retorno às origens da arte da composição cronística portuguesa.

 

Visto aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:

iracema.png

 Luso Livros |

 

Número de Páginas: 120
Formatos Disponíveis: .epub .pdf
Português Europeu (Pt-Pt)

 

A lenda de Iracema, uma índia do povo dos Tabajara que se apaixona por Martim, um explorador português, contada numa história de amor sobre as origens do estado brasileiro do Ceará e do próprio Brasil. (...)

 

Ler mais >>

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:

Educação inclusiva, deficiência e contexto s

 Download .pdf | Download .epub |

Índice de conteúdos |

 

Organizer:Díaz, Félix et al.

Publisher:EDUFBA

Language:Portuguese

Year:2009

Pages:354

ISBN:9788523206512

eISBN:9788523209285

DOI:http://dx.doi.org/10.7476/9788523209285

O enfoque desta obra decorre da relevância que o contexto sociocultural em que a pessoa está inserida serve de parâmetro para classificá-la como normal e anormal, além de enfatizar o ensino e a escola, bem como as formas e condições de aprendizado. Esta perspectiva, ao invés de procurar no aluno a origem de um problema, define o tipo de resposta educativa e de recursos e apoios que a escola deve proporcionar a esse aluno para que ele obtenha o sucesso escolar.

Visto aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

face.png

 

 Porto, C. and E. O. d. Santos (2014). [e-Book] Facebook e educação: publicar, curtir, compartilhar. São Paulo, EDUEPB Scielo, 2014.

 

Download .pdf | Download .epub |

 

A obra apresenta elementos capazes de instigar a reflexão sobre a mídia social Facebook nos mais diversos contextos e situações, envolvendo os usos que as pessoas fazem dessa mídia; os temas que surgem e como esses se configuram enquanto objeto de estudo num ambiente de diálogo; os potenciais sociotécnicos e educacionais da rede, enquanto espaços de subjetivação, sociabilidade e diferença; bem como os usos do Facebook no ensino superior e na formação continuada de professores.

 

Visto aqui.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

pisa-2015-results-in-focus.jpg

Download .sp| Download .en | Download .fr 

 

 Foram ontem (6/12) publicados os resultados da sexta edição do teste internacional PISA, desenvolvido pela OCDE, com o intuito de avaliar a literacia de jovens de 15 anos de todo o mundo nas áreas da Leitura, Matemática e Ciências, contribuindo assim para a recolha de informação sobre o desempenho e características dos sistemas educativos de vários países e economias.

Na edição do PISA 2015, os alunos portugueses melhoram os resultados em todas as áreas (Matemática, Leitura e Ciências), confirmando a consistência da evolução positiva dos resultados em Portugal que se verifica desde 2000 (a primeira edição do teste internacional PISA). Considerando apenas os 35 países/economias que integram a OCDE, dos 72 participantes no estudo, Portugal alcança agora as seguintes posições: 17.º a Ciências com 501 pontos, 18.º em Leitura com 498 pontos e 22.º a Matemática com 492 pontos, ficando acima da média da OCDE em todos os domínios.

Para mais informações e dados sobre os resultados PISA 2015 pode visitar o site da OCDE sobre o PISA e respetivos relatórios.

Para outras análises e resultados dos sucessivos testes PISA de 2000 a 2012, pode também consultar o projeto resultante da parceria entre o Conselho Nacional de Educação e a Fundação Francisco Manuel dos Santos, que se dedica ao estudo e análise dos dados PISA: Projeto aQeduto.

 

Notícia publicada no sítio web do CNE e reproduzida com a devida vénia aqui, na íntegra, com ligeiríssimas alterações.

 

Notícias relacionadas:

 

Para os mais novos:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

antena.png

 Ler e ouvir na fonte |

 

O saber não ocupa lugar, mas precisa de espaço para ser transmitido, razão pela qual a Rede de Bibliotecas Escolares cresceu: são hoje quase 2500 em todo o país.

 

A repórter da Antena 1 Sandy Gageiro foi visitar uma destas bibliotecas, considerada um modelo, na escola Gama Barros, do Cacém.

A coordenadora da Rede Nacional de Bibliotecas Escolares, Manuela Silva, esteve à conversa com a rádio pública e fez um balanço dos 20 anos do sistema.

Manuela Silva refere que a realidade atual acaba por distanciar as pessoas da leitura. E são as bibliotecas escolares que, muitas vezes, levam as crianças a descobrir o gosto pelos livros.

antena1.png

 Ouvir na fonte |

 

A mesma responsável explica ainda que existe um fosso digital e que cabe às escolas, em parceria com as bibliotecas, estabelecer um elo de ligação entre as novas tecnologias e os livros.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:

patrimonio.png

 Património cultural |

 

Cedência de Imagens 

Regulamento para Utilização de Imagens de Museus e Palácios 

Pedido de imagens através do Matrizpix - permite a pesquisa sobre os fundos e espécimes em suporte digital, a apresentação de exposições virtuais de fotografia, bem como a selecção e pedido de imagens em alta resolução a fornecer pela Divisão de Documentação Fotográfica.

 

 

Formulário de Utilização de Imagem

Pedido de Utilização de Imagem do Mosteiro dos Jerónimos

Pedido de Utilização de Imagem da Torre de Belém

Pedido de Utilização de Imagem do Convento de Cristo

Pedido de Utilização de Imagem do Mosteiro da Batalha

Pedido de Utilização de Imagem do Mosteiro de Alcobaça

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:

2.jpg

 

"Será que o que consideramos "tecnologia" tem um impacto assim tão positivo nas nossas vidas? Será que a tecnologia não produz também efeitos negativos na forma como vivemos e pensamos e no modo como interagimos com os outros? Como é que a Humanidade se relaciona com o avanço da tecnologia?" Eis algumas das questões problematizadas por Thomas Childs no trabalho vencedor da 2.ª edição do Concurso Ensaio Filosófico no Ensino Secundário, "Uma encruzilhada do século XXI - Tecnologia e Humanidade".

 

Consciente do caminho percorrido e da sua proficuidade, Thomas Childs afirmou, convictamente, o seguinte, aquando da entrega do prémio, no Dia Mundial da Filosofia, na Escola Secundária de Camões: "Não pensei que fosse aprender tanto como aprendi ao longo de todo o processo de concepção e de criação do trabalho, que foi uma experiência que considero essencial para qualquer estudante, seja de que área for, porque não só nos ensina a pensar, em geral, como nos ajuda a projetar de forma rigorosa e refletida qualquer trabalho académico. Posso comprovar que é um esforço em tudo produtivo e que será, indubitavelmente, útil no futuro. Não posso [ainda] deixar de sublinhar a forma como este trabalho comprovou a importância da Filosofia para a análise e discussão de temas contemporâneos como o que foi escolhido por mim, assuntos diretamente palpáveis na nossa vida do dia-a-dia e com um impacto evidente e incontornável na existência de cada um de nós. Deixo aqui um apelo aos meus colegas para tentarem participar numa das edições futuras deste concurso."

 

 

Promovido pela ApF em parceria com a RBE, a 3.ª edição do Concurso Ensaio Filosófico no Ensino Secundário, lançada no passado dia 17 de novembro, decorre até ao dia 1 de junho de 2017, de acordo com o respetivo Regulamento.

 

 

                                                                                                                                                                           Isabel Nina

Coordenadora interconcelhia

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

miudos.png

 Regulamento |

 

Informa-se que o prazo para as bibliotecas manifestarem interesse em participar nesta iniciativa foi prorrogado até 13 de dezembro.

 

A iniciativa é aberta a todas as escolas que tenham alunos do 1º ao 9º ano de escolaridade e decorrerá durante o ano letivo de 2016-2017. O resultado destas eleições, que apurará a lista dos livros que as crianças e jovens portugueses mais apreciam, segundo o ciclo de ensino que frequentam, será conhecido em abril, assinalando o Dia Mundial do Livro.

 

A Rede de Bibliotecas Escolares e a VISÃO Júnior organizam a eleição dos livros preferidos das crianças e jovens portugueses. Às crianças e jovens, será dada a possibilidade, através de uma eleição realizada em todas as escolas, de votarem no livro de que mais gostaram até hoje. O processo será semelhante ao de umas eleições políticas, promovendo simultaneamente a leitura e a cidadania: haverá recenseamento, apresentação de candidaturas, campanha eleitoral, votação e escrutínio dos votos, organizados e participados por alunos. Durante a campanha eleitoral, estes defenderão junto dos colegas os seus livros preferidos – podendo fazê-lo em comícios, cartazes, programas de rádio e televisão, sessões de esclarecimento, debates…

 

Ler mais >>

Autoria e outros dados (tags, etc)


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Ligações

Sítios Institucionais


Twitter





Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D